quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

1º Escalão não é matematicamente impossível! mas quase..

Tinha deixado aqui um post referindo que o primeiro escalão era impossível. Voltei a refazer as contas com a taxa de esforço corrigida (estava a ser calculada com a RMA em vez da renda real) e de facto assim não é. Peço desculpa e agradeço a quem me alertou para este erro.

Ainda assim é extraordinariamente difícil chegar ao 1º escalão, sendo para isso necessário uma renda abaixo da RMA (a tal que já é quase impossível) e um rendimento não muito baixo, fazendo com que quem mais precise não consiga lá chegar. Por exemplo, quem tenha um rendimento de 500€ mensais terá de ter uma renda inferior a 200€. Um jovem sozinho que ganhe um salário mínimo nacional tem de ter uma renda inferior a 161€!

2 comentários:

sanchez disse...

supostamente isto serviria para ajudar os jovens com poucos recursos economicos, mas parece que faz precisamente o contrario, quem tem maiores rendimentos tem mais direito a ajuda do estado...

isto faz algum sentido??

Anônimo disse...

Epah... Ridiculo... Então se esses incentivos não são para ajudar os jovens que mais necessitam então servem para quê? Existe outros mecanismo para ajudaram os jovens com baixos rendimentos? Quais? Assaltos a mão armada???