domingo, 16 de dezembro de 2007

Reportagem SIC - Arrendamento Jovem

12 comentários:

sos disse...

"Precários nos querem, revoltados nos terão"

Parede em lisboa

Pedro Rosa disse...

Pela primeira vez,segundo um comentário da reportagem da Sic (que não deve ter escapado a ninguém), o Governo pondera a hipótese de entrar em diálogo para alterar o valor das rendas máximas admitidas. Foi a primeira reacção do Governo que não caiu na intransigência! Isso significa que a nossa luta não é em vão e que temos que continuar e organizar-nos ainda mais. No entanto não acho que seja possível que tal aconteça nesta fase de candidaturas. Temos que luta para que os beneficiários do IAJ possam concorrer também em Abril (aliás, uma situação ainda não esclarecida). Eles têm que ser incluidos!

Juntem-se ao Movimento Porta 65 Fechada e ajudem a alterar os valores das Rendas Máximas Admitidas!

http://groups.google.com/group/porta65

Um abraço,

Pedro

Anônimo disse...

E as taxas de esforço???? Será que não excluem aqueles que mais precisam (ex os que ganham ordenados minimos )!!!!

Anônimo disse...

A reportagem podia ter focado muitos outros aspectos, como redução do valor do incentivo e dos tempo em que é concedido, a taxa de esforço e a classificação segundo rendimentos dos ascendentes. Afinal não é só o valor das rendas que nos preocupa...

Mas só o facto de ter passado isto na televisão já é uma pequena ajuda

Anônimo disse...

Sou de Coimbra, e aqui passa-se a mesma situação.É ridiculo o que se esta a passar na fixação de renda máxima para um T1 em Coimbra, nunca iria encontrar um T1 por 220euros. Sinto-me enganada e estes governadores gozam com a vida dos jovens neste país.Já não basta não ter emprego e perspectiva de futuro, tb nos querem limitar um apoio essencial para quem quer construir uma vida.Venham a Coimbra e logo vejam como estão as rendas de casas.Temos que fazer algo e felizmente ainda vivemos num país onde temos direito à indignação, para que algo mude e se não for neste fase de candidaturas que seja em Abril.

Armando disse...

Gostava de saber onde foram tirar a informação de que é obrigatório ter o contrato de arrendamento há, pelo menos, 10 meses, conforme a "Reportagem SIC".

hugo disse...

acho realmente que as pessoas que resolvem este tipo de coisas não vivem neste pais ...

Anônimo disse...

@ Armando

Não é obrigatório ter um CA há 10 meses.
O que é obrigatório é ter um CA já feito quando se candidata. E os prazos mínimos para um CA, sob o NRAU, são de 10 meses. 6 meses até o poder denunciar legalmente e mais 4 de pré-aviso mínimo.
Embora no IAJ também fosse necessário já ter o CA quando concorria, como as regras eram bastante mais claras e sem aleatoriedades propositadas lá introduzidas, era possível planear com um grau de certeza bastante maior... Agora é só risco e so se deve habilitar ao subsidio quem dele não dependa.

Resumindo: É mais um grande "sucesso" do governo que não aumentava impostos. :)

Bernardo Pereira disse...

Isto é uma vergonha eu sou de Caminha, no Minho e tenho um t1 arrendado por sinal um dos mais baratos que se encontram por aqui, mas que custa 300€ mensais, no porta 65 o limite é de 180€ para Caminha. Isto é uma indecência. Queria ver um dos governantes a arrendar pelos preços maximos do porta 65.
Para terminar quem é que fez este apanhado de preços totalmente irreais? É que nem uma criança de 10 anos faria tal barbaridade.

Pedro Gomes disse...

Quem fez este apanhado de preços foi um grupo de técnicos num gabinete que meteu TODAS as rendas (inclusivé as rendas congeladas com valores muitíssimo baixos) ao barulho, somou as parcelas em cada NUTS III e fez a média resultante. Deu um bonito resultado...

me disse...

encontrei este blog durante as minhas pesquisas...
precisava de uma ajuda!
Preenchi a folha de calculo do excel que possuem neste blog segundo esta posso candidatar-me ao porta 65, mas na realidade nao consigo me inscrever. Diz q é incompativel com a taxa de esforço max. admitida :S

Vou deixar alguns dados, pode ser q assim consigam me ajudar.

casal,
um recebe 406 euros e outro 658 euros
RMA é de 300 euros a real é de 280euros.

Porta 65 Fechada disse...

olá,

Segundo estes dados estão dentro da taxa de esforço. por isso ou o sistema está errado ou não estão a introduzir bem os dados.